DADOS OPERACIONAIS:

Capacidade de corte em aço-carbono
Isento de escória 38 mm (1-1/2 pol)
Perfuração de produção 50 mm (2 pol)
Capacidade máxima de corte 80 mm (3,2 pol)

Capacidade de corte em aço inoxidável
Perfuração de produção 45 mm (1-3/4 pol)
Perfuração máxima 75 mm (3 pol)
Separação 80 mm (3,2 pol)

Capacidade de corte em alumínio
Perfuração de produção 38 mm (1-1/2 pol)
Capacidade máxima de corte 80 mm (3,2 pol)

.
O processo de corte a plasma, como usado no corte de metais eletricamente condutores, utiliza este gás eletricamente condutor para transferir energia de uma fonte de alimentação elétrica através de uma tocha de corte ao material que está sendo cortado. O sistema básico de corte a arco plasma consiste de uma fonte de alimentação, um circuito de partida do arco e uma tocha. Estes componentes do sistema fornecem a energia elétrica, a capacidade de ionização e o controle do processo necessários para produzir cortes de alta qualidade e de alta produtividade em vários materiais diferentes.

A fonte de alimentação é uma fonte de corrente contínua CC. A tensão de circuito aberto está, normalmente, entre 240 a 400 VCC. A corrente de saída (corrente) da fonte de alimentação determina a velocidade e a capacidade de espessura de corte do sistema. A função principal da fonte de alimentação é fornecer a energia correta para manter o arco plasma após a ionização.

O circuito de partida do arco é um circuito gerador de alta frequência que produz tensão CA de 5.000 a 10.000 volts a, aproximadamente, 2megahertz. Esta tensão é usada para criar um arco de alta intensidade dentro da tocha para ionizar o gás para produzir, desta forma, o plasma. A tocha serve como suporte do bico e do eletrodo consumíveis e fornece refrigeração (água ou gás) para estas peças. O bico e o eletrodo constringem e mantêm o jato de plasma.